REPRESENTANTES TÉCNICOS

VALIDADE:

Validade de 24 meses, a partir da data de 15 de janeiro de 2022, podendo ser renovado a pedido do representante técnico, devidamente endossado pelo INSTITUTO DO AERODESPORTO BRASILEIRO.

PRERROGATIVA:

Executar a verificação de aeronavegabilidade e emitir o CVA, Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade em Balões Livres Tripulados experimentais de construção amadora com certificado de autorização de voo experimental (CAVE) emitido com base na seção 21.191 do RBAC nº 21.

Balões livres tripulados regidos pelo RBAC 103, que trata de aeronaves sem certificado de aeronavegabilidade não precisam realizar a verificação de aeronavegabilidade segundo o RBAC 91 e a IS 91.403.

IMPORTANTE:

A verificação de aeronavegabilidade em um balão livre tripulado experimental de construção amadora com CAVE é realizada em todos os seus equipamentos operacionais. Deve ser feito no envelope, cesto, cilindros e maçarico. Não somente no envelope.

PERIODICIDADE:

A cada 100hs ou a cada 12 meses, o que vencer primeiro, após o início de operação da aeronave.

Exemplo 1:

  • Balão acabou de ser fabricado, tem seus documentos como CME, CAVE e Seguro RETAS.
  • Em 3 meses acumulou 100hs de voo
  • Deve ser feita a verificação de aeronavegabilidade, que era chamado de RIAM, ao chegar nestas 100hs. Não pode esperar dar 12 meses.

Exemplo 2:

  • Balão acabou de ser fabricado, tem seus documentos como CME, CAVE e Seguro RETAS.
  • Em 12 meses acumulou 60hs de voo
  • Deve ser feita a verificação de aeronavegabilidade, que era chamado de RIAM, ao término dos 12 meses.

Exemplo 3:

  • Balão já tem vários anos de uso, tem seus documentos como CME, CAVE e Seguro RETAS.
  • Seguir sempre nesta periodicidade ou número de hs de voo, isto é, a cada 100hs ou 12 meses, o que vencer primeiro.

PROCEDIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE VERIFICAÇÃO DE AERONAVEGABILIDADE:

1- Preenchimento de formulário guia on-line. CLIQUE AQUI PARA O FORMULÁRIO

2- Envio da documentação indicada no formulário on-line para o e-mail contato@aerodesportobrasil.com.br

3- Ajuste de pendências, se for o caso.

4- Indicação do Representante:

4.1 Para balões brasileiros com CME válidos na Europa, podemos indicar dois representantes técnicos, a saber:

Aline Anuch Kalousdian e Christian Kurken Kalousdian.

5- Indicação do local de realização da verificação de aeronavegabilidade, lembrando sempre, que se alguma parte do equipamento de balão não cumprir com os requisitos este deverá ser levado para uma oficina para a manutenção.

6- Pagamento do atendimento junto ao ADB Brasil.

7- Programar a verificação de aeronavegabilidade junto ao representante técnico indicado.

8- Pagamento direto ao representante técnico de suas despesas, custos de viagem e prestação de serviços, conforme o caso.

9- Acompanhamento da finalização do procedimento.

10- Havendo alguma pendência, acompanhamos e auxiliamos para saná-las conforme a possibilidade.

11- Arquivamento do processo para eventual fiscalização e auditoria.

VALOR PRATICADO:

ATENDIMENTO, ORIENTAÇÃO E CONTROLE:

VALOR DO REPRESENTANTE TÉCNICO: DIRETAMENTE COM O REPRESENTANTE

SERVIÇO DA ADB BRASIL: R$ 200,00

DADOS BANCÁRIOS DO ADB BRASIL:

CORA SCD – 403

Agência 0001 – Conta: 1178569-1

CNPJ: 39.818.819/0001-04

INSTITUTO DO AERODESPORTO BRASILEIRO

PIX: contato@aerodesportobrasil.com.br